www.grimancelos.maisbarcelos.pt
Imprimir esta página
Grimancelos - São Mateus

Encaixada na extremidade Sudeste do concelho de Barcelos, São Mateus de Grimancelos é uma pequena freguesia habitada por cerca de novecentas almas. Alongando-se no sentido Nordeste-Sudoeste, o seu território vai encostar já , pela banda do Sul, com o conselho vizinho de Famalicão. Rodeiam esta freguesia as suas congéneres Minhotães (a Sudeste),Viatodos (Nordeste),Monte de Fralães (Norte), Chavão e Negreiros (Poente). Na bacia orográfica do Este, em área baixa, plana e fértil, o seu território estende-se pelo sopé de uma encosta do Monte da Saia e é irrigado pelo ribeiro de Mangualde, pequeno afluente do Este.
Do povoamento antigo e mesmo das origens da freguesia pouco se sabe. A arqueologia não tem registado, tanto quanto sabemos, quaisquer achados, apontando o topónimo "Grimancelos" para um hipotético genitivo de origem germânica, que tanto poderá relacionar-se com a época suevovisigótica (anti-medieval), como com a reconquista cristã. A apresentação do vigário andou ligada à vizinha Minhotães, tendo pertencido à Comenda da Ordem de Cristo ali instituída. Esta freguesia detém um interessante património edificado, respeitante a capelas e casas solarengas.

A Igreja paroquial, edifício relativamente amplo e bem proporcionado, data do final do século XVIII. A respectiva frontaria, de certa imponência, destaca-se a altiva torre sineira, sobreelevando-se em posição central. Num pequeno nicho rasgado logo acima da janela que ilumina o coro, abriga-se uma bem esculturada imagem pétrea do padroeiro S. Mateus. Interiormente, é um edifício amplo e espaçoso, com sua capela-mor, erguida a expensas de um "brasileiro". No lintel da porta que dá acesso à sacristia acha-se gravada a data 1800. O anterior templo paroquial teria assentado um pouco a Nascente do actual, num campo que integra o passal.
À semelhança do que sucedera em Barcelos no século XVI, com o chamado "milagre do Campo das Cruzes", diversas freguesias deste conselho viriam a conhecer, durante o século passado, um surto de "réplicas" do aludido prodígio, dando origem a uma série de templos dedicados à "Santa Cruz". A época, porém, era já outra não conhecendo o fenómeno um eco tão profundo como o do respectivo "original". Também pública mas de pequenas dimensões e aspecto um tanto vetusto, acha-se, no cruzamento da estrada de Viatodos a Negreiros, a Capelinha das Almas. Quanto a capelas particulares, registam-se a de S. António, anexa à Casa de Poços, a do Coração de Jesus, junto às Casas Novas, e a de N. Sra. Do Amparo, da Casa de Assade. Esta última datará de 1750, com reforma em 1908, segundo se refere de duas inscrições patentes no interior ( altar e coro, respectivamente ).

O Cruzeiro Paroquial está no Monte de São Mateus, lugar da Mouria, Poente da Igreja.
Tem inscrita no pedestral a data de 1863. Encaixando no muro do adro está um nicho de "Alminhas" datado de 1870. No lugar de Aldeia de Cima, embutido na parede de uma casa, existe um outro destes singelos monumentos.
Avultam nesta freguesia, como construções habitacionais de certo porte, as casas de Assade e poços, ambas armoriadas e encapeladas. A das Casas Novas tem também sua capela, como vimos atrás. Interessantes são também as de Mangualde, Mouria, Barreiros, Real e Senra.

Grimancelos

Localizada na margem sul do rio Cávado, Grimancelos é uma das freguesias mais a sul do concelho, fazendo fronteira com o município de Vila Nova de Famalicão. A designação julga-se proveniente do nome gótico "Grimanços".

Área - 335.33 ha

População Residente

861

Famílias

277

Alojamentos

295

Edifícios

269

Fonte: Instituto Nacional de Estatística

Associações Existentes

Associação de Pais e Encarregados de Educação do 1º ciclo e jardim de Infância da Freguesia de Grimancelos ( A.P.E.E.G. )

Grupo Coral de S. Mateus de Grimancelos
Grupo de Jovens de Grimancelos